Israel inicia polêmica demolição de casas palestinas

As autoridades israelenses iniciaram nesta segunda-feira (22) a polêmica demolição de dezenas de moradias palestinas que consideram ilegais em Wadi Hummus, próximo ao muro que separa Jerusalém da Cisjordânia. De acordo com o ministro de Segurança Interna, Gilad Erdan, 700 agentes foram encarregados de realizar a operação sob a autorização da Suprema Corte de Israel. Para o governo israelense, os prédios foram construídos próximos da barreira de separação que começou a ser erguida em 2002, em Wadi Hummus, parte do distrito de Zur Baher, na Jerusalém Oriental ocupada, o que os torna ilegal e uma ameaça à segurança.
Por outro lado, moradores palestinos alegaram não ter espaços para construir e que é impossível obter licenças para erguer casas legalmente. Eles relataram ter recebido permissões para fazer a obra. Organizações pró-Palestina informaram que a região onde os prédios estão localizados pertence à Área A e B da Cisjordânia, sob jurisdição da Autoridade Nacional Palestina (ANP). Em comunicado, a União Europeia (UE) condenou a operação e disse esperar que o governo de Israel "pare as demolições em curso porque são ilegais e destroem a possibilidade de uma solução nos dois Estados", informou um porta-voz do Serviço Europeu de Ação Externa (SEAE).
Já o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, definiu como "um massacre" a demolição dos edifícios. "Israel é totalmente responsável por essa grave escalada contra o povo palestino indefeso", disse ele, pedindo "um fim imediato a essa agressão". Depois de anos de batalha judicial, em junho passado, a Suprema Corte de Israel aprovou a demolição das construções por considerá-las um perigo, justamente por estarem perto da cerca de separação criada por Israel. "Hoje foram demolidos 12 edifícios. Estes foram construídos ilegalmente sem as permissões requeridas e em uma zona sob uma norma do Comando Central do Exército que proíbe a construção, muito próx
ima à cerca de segurança", disse a COGAT, organização militar israelense que administra a ocupação.

Fonte: Terra

Outras Notícias

Capinzal: Campanha Outubro Rosa entra na terceira semana com diversas atividades

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Capinzal está dando sequência e entrando na terceira semana da Campanha de Co...

Ouro: Educação realizou o 2º Encontro de Integração Família e Escola

A Rede Municipal de Ensino de Ouro retomou as atividades na última segunda-feira (29) e já na sexta (02) foi realizad...

SESI e SENAI trazem para Capinzal o Espaço de Educação Maker

Através de uma parceria entre o SESI e SENAI, chegou em Capinzal, o Espaço de Educação Maker, trazendo uma proposta d...

Gestão financeira para escolas pode melhorar desempenho e reduzir a inadimplência

Dados do Indicador de Inadimplência da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ...

Instagram começa testes para ocultar número de curtidas no Brasil

O Instagram inicia nesta quarta-feira (17) no Brasil um teste que oculta a contagem de curtidas em postagens. De acor...

Cidades de Santa Catarina registram temperaturas negativas nesta quarta

A presença de um ar frio e seco garantiu um amanhecer gelado. Durante a tarde, como o sol aparece, a temperatura aume...

Quando um embaixador é vetado?

Senado rejeitou nomes indicados por Jânio Quadros e Dilma Rousseff. O primeiro caso tem mais em comum com a indicação...

Guterres pede mais ação pelo clima e cita onda de calor na Europa

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e os ministros das Relações Exteriores da França, Jean-Yves L...

Mercosul e UE fecham maior acordo entre blocos do mundo

Os países do Mercosul e da União Europeia formarão uma das maiores áreas de livre comércio do planeta a partir do aco...

Facebook anuncia criptomoeda em parceria com outras empresas

O Facebook divulgou hoje (18) os detalhes de sua iniciativa para criação e gestão de uma criptomoeda própria, que gan...

STJ decide que acusados do incêndio na Boate Kiss vão a júri popular

Por unanimidade, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, hoje (18), que quatro investigados pelo...

Lions Clube Capinzal/Ouro recolheu quase 7 toneladas de lixo eletrônico

O Lions Clube Capinzal/Ouro realizou nesta quarta-feira (12) mais uma Campanha de Recolhimento de Lixo Eletrônico. A ...